Filipe Toledo “ Surfen to Perfection” ou a síndrome de Ayrton Senna.

Por Jader Almeida

Filipinho sai chateado após uma apertada derrota para o wildcard local Maxime Huscenot na etapa francesa do Circuito Mundial . Precisava apenas de uma nota 1,24 para virar o jogo. Mais uma bateria decepcionantena temporada. Em outra delas saiu da água sem surfar uma única onda no Tahiti. Foi o suficiente para que um Global Storm de críticas se espalhasse pelas redes sociais.

Mas não se enganem. Filipe Toledo é dos melhores surfistas do mundo da atualidade. Um dos melhores competidores também.

Estudando as estatísticas do circuito , vemos que se o atleta atingir o limiar de duas notas 6,0 por bateria garante-se eternamente na zona intermediária da tabela. Alguns atletas , que elegantemente não vou citar, parecem abusar dessa tática . Não é o caso de Filipe. Ele é um surfista Extra-ordinário. Um fenômeno . Suas performances alargam o alcance da nota 10.

Ele é Herdeiro de uma família que tem o esporte em seu DNA , uma ligação tão estreita que são conhecidos como a Toledo Surf Family , todos em casa respiram os mesmos ares e seu pai ( e técnico ) ostenta dois títulos brasileiros e o respeito nos meios competitivos do esporte.

Representante de uma geração que baseou o nível de performance através do vídeo , ele é dos que melhor traduz essa abordagem em situações de competição , explicitando seu grau de confiança, e a total adequação `as expectativas da audiência atual. Parece buscar sempre a nota máxima.

Nós adoramos ver o garoto extrapolar os limites nas baterias , esperamos isso dele, cobramos inconscientemente suas atuações quando deveríamos apenas torcer pela evolução de seu desempenho.

Calma com o garoto, a experiência vai chegar. De minha parte espero que continue buscando excelência em performance ao invés de buscar uma nota 3,5 ou 4,0 para passar a bateria. Temos um campeão mundial em potencial.

P.S 1 / França – segunda fase.

Como efeito comparativo vemos que o campeão Parkinson somou 2,86 em sua bateria , o havaiano Dusty Payne a incrível media de 1,33, AritzAranburu 1,93 …. ressalva feita a Kelly Slater , o único a se destacar nas difíceis condições do dia.

P.S 2 / Retrospectiva Filipe Toledo 2015

– 3 vitórias nos principais campeonatos do ano , 2 no CT e um no QS 10 mil em Trestles.

-Atualmente na terceira colocação no circuito principal, ainda com chances de título.

– Atleta mais jovem do referido circuito

#gofilipe

Filipe Toledo executa as manobras aéreas com muita precisão

Filipe Toledo executa as manobras aéreas com muita precisão

2 Responses

  1. roberto 13 de outubro de 2015 / 14:32

    ele é merrequeiro…… espero que ele consiga superar esse trauma que vem do pai outro merrequeiro rssss

  2. Sergio Gadelha 13 de outubro de 2015 / 15:30

    ta rolando um comentário que ele machucou o braço mo Tahiti e não conseguia apoio na prancha….procede?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *